Voltar Dimensionamento das Tubulações de Esgoto


02/11/2010 06:21



As quantidades (ou vazões) de esgoto que escoam pela instalação predial (tubulações, caixas sifonadas, caixas de inspeção) variam em função das contribuições de cada um dos aparelhos desta instalação.

Para esclarecer este aspecto e demonstrar as etapas de dimensionamento das instalações de esgotos, trazemos um exemplo de uma instalação predial de uma residência onde iremos calcular o diâmetro dos ramais de descarga, ramais de esgoto, tubos de ventilação e subcoletores.

EXEMPLO
Vamos dimensionar o sistema de esgoto e ventilação de uma residência que possui:
1 vaso sanitário;
1 lavatório;
1 chuveiro;
1 banheira; 
1 pia de 2 cubas na cozinha;
1 tanque de 2 cubas;
1 máquina de lavar roupas.


 

 

Dimensionamento dos Ramais de Descarga

Para determinarmos os diâmetros dos ramais de descarga dos diversos aparelhos, devemos consultar a seguinte tabela: 

EG01 - Diâmetros mínimos dos ramais de descarga
 


Assim sendo, para a instalação de nosso exemplo, teremos os seguintes ramais de descarga para cada aparelho:
banheiro:
1 vaso sanitário                             DN 100
1 lavatório                                     DN 40
1 chuveiro                                     DN 40
1 banheira                                    DN 40

 

cozinha:
1 pia de 2 cubas                          
DN 50

lavanderia:
1 tanque de 2 cubas                    DN 40
1 máquina de lavar roupas            DN 50

DN 40DN 50]
                   

Dimensionamento dos Ramais de Esgoto

Quando dois ou mais ramais de descarga se encontram, formando uma única tubulação, essa tubulação passa a se chamar ramal de esgoto. Nos banheiros, por exemplo, os ramais de descarga (exceto o do vaso sanitário) podem ser conectados a uma caixa sifonada, de cuja saída deriva o ramal de esgoto.

Veja que em nosso exemplo os ramais de descarga do lavatório, do chuveiro e da banheira estão conectados a uma caixa sifonada, e a partir daí segue o ramal de esgoto.

Para determinarmos os diâmetros dos ramais de esgoto do banheiro, da cozinha, da área de serviço e a caixa sifonada ideal para o banheiro, podemos utilizar a tabela EG02:

EG02 - Diâmetros mínimos dos ramais de esgoto


Em nosso exemplo o banheiro possui 1 lavatório, 1 chuveiro e 1 banheira. Verificando a tabela, todos estes aparelhos se encaixam no item "com banheira mais aparelhos". Logo, o diâmetro do ramal de esgoto do banheiro será DN 75.

Assim, a caixa sifonada deverá possuir também uma saída de DN 75, garantindo assim o adequado escoamento do esgoto.

Neste caso, podemos indicar a Girafácil DN 150 TIGRE.



Na cozinha teremos 1 pia com 2 cubas.  Olhando este item na tabela EG02, o diâmetro do ramal de esgoto será DN 50. Sabemos que o ramal que sai da pia da cozinha não é despejado em uma caixa sifonada, pois segundo a norma NBR 8160, este ramal deve ser conectado a uma caixa de gordura.
Para estes casos a TIGRE oferece a Caixa de Gordura, fabricada de polietileno, com entrada DN 50 e saída DN 100, conforme a NBR 8160.
Na lavanderia teremos 1 tanque de 2 cubas e 1 máquina de lavar roupas. Na tabela EG02, identificamos que estes aparelhos correspondem ao item "com máquina de lavar roupas e tanque". Ou seja, o diâmetro será DN 75, com uma caixa sifonada de saída DN 75.

 

 

Dimensionamento da Tubulação de Ventilação

A ventilação em uma instalação de esgoto é extremamente importante, uma vez que impede o rompimento dos fechos hídricos dos desconectores, além de impedir a saída dos gases do esgoto para a atmosfera.

Lembre-se: fecho hídrico é a camada de água que permanece constantemente nos desconectores (aparelhos como o vaso sanitário, sifões e caixas sifonadas) e que veda a passagem dos gases.

Em nosso exemplo, por se tratar de uma residência, não será necessária uma coluna de ventilação. Teremos apenas o ramal e o tubo de ventilação no mesmo diâmetro. Antes de iniciarmos os cálculos precisamos conhecer um conceito importante: a Unidade Hunter de Contribuição (UHC).

UHC é um número que representa a contribuição de esgoto dos aparelhos sanitários em função da sua utilização habitual. Cada aparelho sanitário possui um valor de UHC específico, conforme pode ser visto na tabela EG03, fornecida pela norma NBR 8160.

Para o nosso exemplo, será necessária 1 tubulação de ventilação para atender ao ramal de esgoto do banheiro.Vamos iniciar fazendo o somatório em UHC de cada aparelho. Tomando os valores fornecidos pela tabela EG03, temos:
Lavatório:                1 UHC
Chuveiro:                 2 UHC
Banheira:                 2 UHC
Vaso sanitário:         6 UHC


Fazendo o somatório, obtemos o valor de 11 UHC.

Este valor é utilizado para encontrar o diâmetro do ramal de ventilação através da tabela EG04, fornecida pela norma NBR 8160.

A situação de nosso exemplo se encaixa na coluna "grupos de aparelhos com bacias sanitárias". Como o valor encontrado não ultrapassa 17 UHC, o diâmetro do ramal de ventilação do banheiro será DN 50.

EG03 - Unidade Hunter de Contribuição dos AparelhosSanitários e Diâmetro Nominal Mínimo dos Ramais de Descarga


EG04 - Dimensionamento de ramais de ventilação

 

É importante saber que para a ventilação funcionar com eficiência, a distância de qualquer desconector (caixa sifonada, vaso sanitário) até a ligação do tubo ventilador que o serve deverá ser de no máximo 1,80m.

Dimensionamento dos Sub-coletores

Os sub-coletores são tubulações que levam o esgoto da residência para a rede coletora pública ou para a fossa séptica. Devem possuir diâmetro mínimo de 100 mm, intercalados por caixas de inspeção.

Deve-se prever também uma declividade mínima de 1% para os tubos sub-coletores, para o perfeito funcionamento do esgoto. Explicando melhor, 1% significa 1cm de desnível para cada 1m de tubulação. 

 

Compartilhe este artigo: Twitter Orkut Facebook Email



Cadastre-se

Cadastre-se no Mundo Tigre e tenha acesso a recursos adicionais.

Já tenho um cadastro Ainda não tenho um cadastro

O conteúdo deste site está disponível para todos os usuários, cadastrados ou não.

Dica do Hufen

Curvas TIGRE

Ao fazer reduções concentradas procure utilizar buchas de redução longas ao invés das curtas....

Continue lendo
Colabora com a Enciclopédia