HISTORIAL DE CAMPAÑAS

Zeca Diabo, Ted Tigre, Joana D’ Água, Huya del Mico, Don Jair... Conozca más sobre estos personajes y vea algunas campañas que marcaron época.

La divulgación de la marca Tigre y sus productos – iniciada en 1959 con campañas de radio y comunicación impresa – ganó destaque a partir de los años 70. Pionera, la empresa fue la primera del segmento de la construcción a anunciar en la televisión. Con una comunicación creativa y divertida, las campañas obtuvieron varios premios publicitarios y programas de marketing integrado, entrando en el gusto del consumidor brasileño y tornando a la empresa una referencia en el segmento de materiales de construcción. Reviva abajo las emociones de algunas campañas que marcaron época:

2016

Palavrões fofos

Com o conceito “Tigre vale cada centavo”, os comerciais mostram de forma bastante inusitada a insatisfação dos consumidores ao usar produtos que não são da marca Tigre. Como resultado, os personagens expressam sua raiva usando “palavrões fofinhos”, tais como “seu filhote de panda”, “jujuba de anis”, “pirulito que bate-bate” e “pantufa apertada”.

2015

Se não for Tigre, melhor não

Com a assinatura “É Tigre pra toda obra", nos vídeos da campanha os consumidores são convidados a experimentar outras marcas. Mas, devido as experiências positivas com a Tigre, todas as tentativas são recebidas com um divertido “Não”, demostrando que o consumidor vai continuar fiel à Tigre, garantia de tranquilidade e qualidade para a obra.

2011 A 2014

Quem usa Tigre, é autoridade no assunto

Destacando que a Tigre oferece soluções completas para todas as etapas da obra, a campanha aborda de forma divertida de que quem usa Tigre, além de ter confiança e garantia na qualidade dos produtos, é autoridade quando o assunto é construção.

O filme “Reunião de Condomínio” ganhou o prêmio “Profissionais do Ano”, da Rede Globo em 2015.

Ele concorreu com 1154 de outros filmes, na categoria mais importante do prêmio, a Mercado Nacional.

2009 E 2010

Quem não faz com Tigre, dança

Bem-humorados, os vídeos mostram que quem não usa Tigre acaba dançando. Dicas e soluções em produtos da empresa também são abordados nos comerciais. Em 2010 os filmes com a marca estavam também nos mercados da Argentina e Chile.

2000 A 2008

Fuja do mico, use Tigre

O famoso e simpático miquinho passou a fazer parte da comunicação da Tigre a partir do ano 2000. Para reforçar o conceito de “Quem faz com Tigre faz para sempre”, a campanha mostra o que pode acontecer ao se arriscar com outras marcas.

1995 A 1999

Quem faz com Tigre faz para sempre

As campanhas transmitiam uma mensagem simples, abordando a qualidade e durabilidade dos tubos e conexões da Tigre. Através de quadros que decoravam casas, escritórios e oficinas, os personagens dos quadros ganhavam vida e passavam a interagir com a realidade e o público.

1986 A 1994

Ted Tigre e Joana d' Água

Inspirados em personagens noir de filmes americanos, o detetive Ted Tigre e sua assistente Joana d’Água marcaram época em comerciais para a TV nos anos 80 e 90.

1982 A 1985

Tigre, o mais Forte

Personalizar os produtos Tigre e diferenciá-los das imitações, na época, era uma necessidade. Para tanto, as campanhas reforçavam o conceito de “Siga as patinhas” ou, em outras palavras, “Siga a marca da Qualidade”, mostrando ao consumidor que o uso de tubos e conexões que não fossem Tigre só poderiam resultar em prejuízo e que somente os fortes sobrevivem.

DÉCADA DE 70

“Tem que ser Tigre” Zeca Diabo

Interpretado por Lima Duarte na novela O Bem-Amado, o personagem justiceiro Zeca Diabo estava sempre disposto a castigar balconistas e encanadores que não trabalhassem com a marca Tigre. Além de popularizar a frase “Tem que ser Tigre”, a campanha também foi definitiva para associar a marca à qualidade de seus tubos e conexões.